Dirigentes da liga de Itabira, reuni com secretária Natália para acerta detalhes da Copa Luiz Miranda
31/08/2021 21:38 em Noticias

Copa Luiz Miranda de Futebol Amador terá 10 clubes na disputa.

 

O presidente da Liga Itabirana de Futebol Amador - Lifa, Ricardo Freitas, acompanhado dos diretores Silvio Andrade (secretário) Paulo Morais (tesoureiro) e José Eustáquio (técnico) esteve reunido com a secretária Natália Lacerda, responsável pela pasta de Esportes Lazer e Juventude da prefeitura municipal. O encontro foi para acertar os detalhes do convênio a ser realizado entre a prefeitura, por meio da secretaria municipal e a Lifa para a realização da Copa Luiz Miranda. “São muitos detalhes a serem acertados, desde a bola que será escolhida e comprada, até os campos que serão escolhidos para os jogos. Estes encontros daqui pra frente serão rotineiros, já que temos pressa para iniciarmos, porém, com toda precaução possível”, disse o presidente da Lifa. Ricardo destacou mais uma vez a presteza da secretária e sua assessoria: “Acredito muito nesta Copa Luiz Miranda e na parceria com a prefeitura. A reunião de hoje foi, novamente, muito proveitosa, o projeto está com a secretária e agora vamos, juntos, iniciar os procedimentos. Adianto que serão dez clubes que irão participar, em campos com controle de acesso do público. Inicialmente, devido a onda vermelha, será liberado para 50 pessoas, mas acredito que até lá estaremos na onda verde, podendo receber até 200 pessoas”. Questionado sobre a situação financeira dos clubes para participarem da Copa, e no próximo ano, do Campeonato de Futebol Amador, Ricardo foi taxativo e esperançoso: “Todos (prefeitura e Lifa) estão abraçando a causa, cada um contribuirá na medida em que puder fazer. Sabemos das dificuldades, mas repito, a prefeitura é parceira e sei que não vai nos deixar na mão”. Natália Lacerda também comentou sobre a reunião: “Mais uma boa reunião com os dirigentes da Lifa. Muito produtiva, pois a proposta que me apresentaram é exequível, um projeto bem escrito, bem planilhado, com custos possíveis para a realização da Copa. As condições impostas pela pandemia será um obstáculo desafiador a ser vencido, mas creio eu, tudo dará certo”. Questionada sobre a burocracia, comum no serviço público, para a assinatura do convênio, a secretária disse que “a gestão liderada pelo prefeito Marco Antônio busca uma eficiência dos processos públicos, por isso já tem sido uma máxima entre os secretários para fazermos todos os procedimentos dentro da legalidade, com fundamentação, para que tenhamos o mínimo possivel de necessidades de reajustes, evitando atrasos e perca de tempo em relação aos processos. Temos cumprindo todos os processos burocráticos com agilidade de gestão pública de qualidade e não será diferente com o processo da Copa Luiz Miranda.

COMENTÁRIOS