Só Zueira, solta o grito de campeão
13/08/2018 08:33 em Noticias

Em jogo único da final da Copa Natalia Veículos, o Só Zueira, levantou o troféu ao vencer o JV3, pelo placar de 1 x 0. O gol do título foi marcado por Pedro Henrique, na segunda etapa. Fotos do Jogo

Aconteceu de tudo na decisão da Copa Natalia Veículos. Quebra de invencibilidade, falha do goleiro, briga generalizada e vaias da torcida, esses foram os ingredientes, da decisão, nesta manhã de domingo, no estádio Prudêncio Silva (campo do Grêmio).

O "imbatível" foi batido, o JV3 que estava invicto na competição, acabou perdendo o titulo da copa para o Só Zueira, após uma infelicidade do goleiro Luiz Gustavo.

O Jogo

Debaixo de um sol muito quente, JV3 e Sô Zueira, fizeram um jogo muito disputado no meio campo e com poucas chances de gols. Aos 24 minutos, lance polêmico na área do Só Zueira, Elivelton foi derrubado dentro da área, o arbitro entendeu como lance normal, dando prosseguimento a jogada. A torcida ficou com bronca da arbitragem.

Aos 35 minutos, o lance mais perigoso do jogo, Gugu bateu falta da intermediaria, o goleiro Gustavo Cesar, fez a defesa parcial, a zaga tirou o perigo.

Aos 40 minutos, o Só Zueira, tentou assustar o JV3, Elvis bateu falta de longa distância, a bola passou longe do gol de Luiz Gustavo.

Nos minutos finais, o JV3 cobrou seis escanteios seguidos, mas a defesa, bem postada não permitiu a abertura do placar. Fim de primeiro tempo, Sô Zueira 0 x 0 JV3.

Segundo tempo.

Enquanto a bola rolou, a partida continuou equilibrada, mas após o gol do Só Zueira, que aconteceu na infelicidade do goleiro Luiz Gustavo, os ânimos esquentaram, o que era para terminar em festa, acabou terminando em pancadaria. O arbitro Evaldo, mostrou quatro cartões vermelhos para oito jogadores, quatro de cada lado e encerrou a partida, por entender que não havia mais clima para o restante do tempo.

Nos primeiros 10 minutos da etapa final, o Só Zueira pressionou o JV3, Paulo Otavio, soltou uma pedrada de fora da área, Luiz Gustavo fez a defesa jogando a escanteio. Quase saiu o gol do Só Zueira.

Aos poucos o JV3 se encontrou, e equilibrou o jogo, porém, as duas equipes não criavam oportunidades de gol.

Aos 32 minutos, a melhor chance do JV3, aconteceu com a descida do Tiquinho, o lateral tabelou com Elivelton, ganhou do zagueiro e bateu para o gol, a bola passou rente ao gol do Gustavo Cesar.

Aos 36 minutos, gol do Só Zueira. Paulo Otavio lançou a bola para o Pedro Henrique, Luiz Gustavo saiu do gol, e na tentativa de tirar a bola, acabou errando o chute, a bola sobrou livre para Pedro Henrique, que só teve o trabalho para empurrar para os fundos das redes, fazendo 1 x 0 Só Zueira.

Atrás no placar o JV3 partiu para cima do Só Zueira, aos 42 minutos, um atleta do Só Zueira ficou caído na intermediaria do JV3, a bola continuou a rolar, o árbitro não parou a jogada, os jogadores do Só Zueira partiram para cima dos atletas do JV3, formando uma briga generalizada, envolvendo todos os atletas, alguns torcedores saltaram o alambrado para entrar na confusão. A briga só parou após intervenção do pessoal que fazia a segurança no estádio. O publico presente, inconformados com a pancadaria, deu a maior vaia para os atletas envolvidos na confusão. Depois de mais de 15 minutos de paralização, o arbitro aplicou oito cartões vermelhos, quatro de cada lado e encerrou a partida. Final de jogo, Só Zueira 1 x 0 JV3.

Premiação

Campeão _ Só Zueira

Vice campeão - JV3

Terceiro colocado - Sonnokopo

Quarto colocado - Martinica

Fair Play - Fênix

Artilheiro - Jeffin - Só Zueira - 13 gols

Destaque - Luis - Sonnokopo

Goleiro - Didi - Martinica

Revelação - Rafael - Sonnokopo

COMENTÁRIOS